Verdadeiro ou falso? Os benefícios dos vegetais orgânicos são superestimados, pois os estudos mostram que eles não são mais saudáveis que os alimentos convencionais.

Isso é uma grande mentira! A menos que você goste de ter produtos químicos letais dentro do seu corpo, nós recomendamos fortemente que sim, você consuma produtos orgânicos. O único estudo que não mostra diferença entre o consumo de orgânicos e convencionais foi bancado pela indústria da agricultura, obviamente com muito interesse.

Muitos outros estudos tem relacionado o consumo de vegetais orgânicos com a diminuição de efeitos colaterais negativos do uso de pesticidas e também mostrando que esses alimentos contém mais nutrientes e fito químicos dos que os convencionais.

A produção convencional requer o uso de produtos químicos para combater insetos e outros animais. Nós deveríamos nos surpreender ao saber que essas substâncias podem não ser completamente inofensivas no que diz respeito à nossa própria saúde? Não há dúvida de que os resíduos desses produtos permanecem nas frutas e legumes que comemos e, em seguida, fazem o seu caminho dentro de nosso organismo.

Estes produtos tem sido relacionado com alguns tipos de câncer e outras doenças. Eles no afetam indiretamente quando nosso solo e água também estão contaminados. Pesquisadores relacionam os pesticidas encontrados nas comidas e na água, especialmente a atrazina e diclorodifenildicloroetileno (DDE), com aumento da gordura corporal em crianças e resistência a insulina em ratos. Mesmo os fertilizantes químicos à base de nitrogênio destinados a fazer as plantas crescerem, danificam o ambiente. Existe uma zona morta no Golfo do México que é do tamanho de Nova Jersey, onde nada pode viver, porque os fertilizantes alimentam as algas, que roubam o oxigênio dissolvido na água, para que nenhum outro ser vivo possa sobreviver.

Os pesticidas tornaram-se uma ferramenta para aumentar o rendimento e a rentabilidade da agricultura, mas há muitas evidências de que eles são neuro-tóxicos e cancerígenos para aqueles os consomem. Uma grande meta-análise na revista Neurotoxicology descobriu que a exposição crônica a alguns pesticidas comuns aumentava significativamente o risco da doença de Parkinson. Trabalhar com agricultura é uma das profissões mais perigosas por causa disso. Estudos em adultos e crianças também associaram a exposição a pesticidas a câncer de rim, pâncreas, próstata, mama e estômago, bem como problemas respiratórios e depressão.

O vento e o escoamento transportam esses produtos químicos prejudiciais das fazendas para os rios e áreas vizinhas, afetando até mesmo aqueles que não os consomem em sua alimentação. E eles permanecem no ambiente – e em nossos corpos – por décadas. Em um relatório de 2005, o Environmental Working Group encontrou o DDT nos cordões umbilicais dos bebês antes que eles respirassem pela primeira vez. Esses produtos químicos tóxicos permanecem por dezenas ou centenas de anos, mesmo depois que seu uso é proibido ou interrompido.

Sabemos que isso tudo soa assustador, mas você pode diminuir muito sua exposição a pesticidas comendo orgânicos. Um estudo de 2015 financiado pela EPA descobriu que os consumidores que muitas vezes ou sempre compravam orgânicos tinham significativamente menos inseticidas na urina e também consumiram 70% mais do que as pessoas que compraram apenas frutas e vegetais cultivados convencionalmente.

Como você sem dúvida notou, o orgânico é muitas vezes mais caro, o que pode ser um obstáculo para muitas pessoas. Vale a pena? Em alguns casos, absolutamente. O Grupo de Trabalho Ambiental (EWG) classifica as frutas e legumes mais contaminados com resíduos de pesticidas. Essa lista, conhecida como “Doze Mais Contaminados”, pode dizer quais alimentos você deve comprar orgânicos. O EWG também mantém uma lista dos alimentos que têm a menor quantidade de resíduos de pesticidas, conhecida como “Quinze menos contaminados”.

A agricultura orgânica oferece uma alternativa mais segura, mas não uma que esteja facilmente disponível (ou acessível) para todos. Se a nossa única escolha for o produto não orgânico ou nenhum produto, devemos escolher o primeiro. Mas acredito que podemos fazer melhor que isso. Alguns de nós podem cultivar pelo menos parte de nossa comida. Dessa forma, podemos garantir que não sejam usados ​​produtos químicos nocivos e também economizar dinheiro. Em segundo lugar, podemos escolher os legumes e frutas que são provados para ter a menor quantidade de resíduos de pesticidas.

Não há necessidade de comprar tudo orgânico. Se comprarmos produtos da estação de pequenos produtores locais, provavelmente também acabaremos comendo alimentos mais saudáveis.

Abaixo segue uma lista por ordem decrescente, do que tem mais agrotóxico, para que o tem menos:

  • Morango
  • Maçã
  • Nectarina
  • Pêssego
  • Salsão
  • Uva
  • Cereja
  • Espinafre
  • Tomate
  • Pimentão
  • Tomate cereja
  • Pepino
  • Blueberry
  • Batatas
  • Alface
  • Couve
  • Pera
  • Framboesa
  • Cenoura
  • Abóbora
  • Tangerina
  • Cebola
  • Banana
  • Laranja
  • Melancia
  • Brócolis
  • Batata doce
  • Cogumelos
  • Couve flor
  • Melão
  • Berinjela
  • Kiwi
  • Papaya
  • Manga
  • Aspargos
  • Alho
  • Repolho
  • Abacaxi
  • Milho
  • Avocado

Sabendo disso, consuma os 20 primeiros de origem orgânica, os em laranja se possível na época deles e os em verde podendo comprar do convencional.

Escrito por Dra. Maria Fernanda Cortez

VEJA TAMBÉM:

O Detox é muito mais que um suco verde!

Por que escolher orgânicos?


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.