Prisão de ventre: Causas e soluçōes

O quadro de constipação ou prisão de ventre é identificado em pessoas que evacuam menos de 1 vez por dia. Isso pode parecer uma surpresa, mas ter evacuações diárias é um sinal de boa saúde e, idealmente, gostaríamos que nossos pacientes fossem de 1 a 2 vezes por dia ao banheiro. Isso garante que nosso corpo está desintoxicando naturalmente.

Quando não ajudamos no processo de desintoxicação natural, evacuando diariamente, nossos rins, fígado e sistema linfático tem que trabalhar em excesso para compensar, isso sem falar também nos hormônios e toxinas que são reabsorvidos pelo fato da constipação.

Você sabia que deveríamos eliminar diariamente mais de 0,5kg de toxinas para acompanhar a carga tóxica do mundo em que vivemos atualmente?

QUAL É A CAUSA DA CONSTIPAÇÃO CRÔNICA OU AGUDA?

  • Hipotireoidismo;
  • Fadiga Adrenal;
  • Falta de exercício;
  • Desidratação;
  • Alimentação pobre em fibras;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Suplementação de cálcio ou ferro;
  • Cândida em excesso no intestino;
  • SIBO;

É importante checar a causa raiz do problema que está levando ao quadro de constipação. No entanto, encontrar uma solução no meio do caos é essencial.

Nossos remédios preferidos para um alívio rápido da prisão de ventre são:

1-) Hidratação e alimentos ricos em fibras podem ser muito benéficos no alívio da constipação. Recomendamos beber pelo menos 35 ml/kg de peso/dia (calcule qual a sua quantidade ideal). Um simples copo de água morna com limão pela manhã pode ter efeitos profundos em nossa digestão e motilidade. O sabor amargo do limão ajuda a ativar enzimas importantes que ajudam o corpo a liberar as toxinas.

2-) Chá de gengibre, pode ser igualmente poderoso, pois é conhecido como por aumentar a nossa produção ácido clorídrico, aliviando gases incômodos e Inchaço.

3-) Fibras: todos nós sabemos dos benefícios no consumo delas diariamente e do impacto em nossos hormônios, digestão e eliminação, porém muitas  vezes não alcançamos as recomendações que giram em torno de 25 a 40 gramas por dia. Temos 2 tipos de fibras, a solúvel que se dissolve na água, tornando-se uma substância gelatinosa, deixando o bolo fecal mais úmido, permitindo que se ligue às toxinas e ajude a estabilizar o açúcar no sangue. As frutas, feijões, ervilhas, chia e linhaça são exemplos dela. Temos também as fibras insolúveis que não se dissolvem na água e tem um efeito laxativo de empurrar o bolo fecal e podem também nutrir as bactérias saudáveis do nosso intestino. Arroz integral, frutas com casca, folhas, legumes são exemplos dela.

4-) Magnésio, esse nutriente pode ser uma ótima opção quando se está lutando contra a constipação, pois relaxa o sistema nervoso e promove a motilidade. O legal dele é que os resultados aqui são relativamente rápidos. Recomendamos a forma de citrato de magnésio durante os períodos de constipação e, lentamente, aumentar a dose (600 a 800mg) até que os resultados sejam alcançados.

5-) Suporte aos neurotransmissores pode ser um divisor de águas para aquelas pessoas que tem motilidade lenta como resultado de um trauma físico/emocional, toxinas ambientais, muito tempo sofrendo de SIBO e/ou uso de certos medicamentos. Existe uma conexão muito forte entre o nosso intestino e o nervo vago. Fazendo reposição de alguns aminoácidos podemos voltar a envolver o cérebro e fazê-lo melhorar a motilidade e saúde intestinal de uma vez.

6-) Ritual Matinal –  criar um ritual matinal e noturno pode realmente ter efeitos profundos em seus níveis de estresse e regularidade. De manhã, enemas de café podem ser úteis, eles também estimulam o fígado e o cólon para a liberação de toxinas (fale com seu médico e/ou nutricionista para isso). Mude a posição em que fica no vaso sanitário, a posição em 90 graus que ficamos dificulta a saída das fezes. Pratique uma atividade física leve pela manhã, isso pode ajudar na motilidade do seu intestino.

*Lembre-se que todas as dicas que damos aqui são importantes, mas você precisa identificar a causa do problema e isso só o seu Nutricionista e/ou Médico poderão fazer!

Escrito por Dra. Daniela Cyrulin
VEJA TAMBÉM:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.