Quando você pratica atividade física durante o jejum intermitente, “força” seu corpo a eliminar gordura, pois o processo de queima de gordura são controladas pelo sistema nervoso simpático, e ele é ativado pelo exercício e jejum. A combinação de jejum e exercício maximiza o impacto de fatores celulares e catalisadores, que forçam a quebra de gordura e glicogênio para a energia.

Um estudo descobriu, por exemplo, que o jejum antes do treino aeróbico levou a reduções tanto do peso corporal quanto da gordura, enquanto o grupo de pacientes que comeram antes do treino diminui apenas o peso corporal

Exercício e jejum em conjunto também produz estresse oxidativo agudo, o que realmente beneficia o seu músculo. Quando combinados, eles acionam um mecanismo que recicla e rejuvenesce o seu cérebro e músculo.

O exercício enquanto em jejum pode realmente ajudar a manter o seu cérebro, neurônios e fibras musculares biologicamente jovens.

O efeito combinado de ambos jejum intermitente e HIIT (exercício intervalado de alta intensidade) pode ir muito além de ajudá-lo a queimar mais gordura e perder peso; ele pode ajudá-lo a:

1. Aumentar a liberação de hormônio de crescimento muscular e cerebral, e assim melhorar a composição corporal.

2. Impulsionar função cognitiva, aumentar a testosterona e prevenir a depressão.

SMOOTHIE COM PROTEÍNA PÓS-TREINO

Para ajudar no ganho de massa muscular e repor o glicogênio muscular, é interessante tomar um smoothie com proteína.

Adicione leite vegetal, nuts, proteína e uma fruta de baixo índice glicêmico como frutas vermelhas, maçã ou pera.

Para colocar o jejum intermitente em prática, consulte sempre um nutricionista para te orientar.

VEJA TAMBÉM:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.