Quando se trata de fortalecer a vitalidade do nosso cérebro, a dieta é um fator crucial a ter em mente (afinal, é uma das poucas variáveis ​​que podemos controlar). Dito isso, muitos especialistas recomendam uma porção saudável de alimentos que melhoram o cérebro – abacate, nozes e salmão selvagem geralmente estão no topo da lista. Mas podemos nos concentrar também na maneira como os comemos. Você pode perder até 80% da nutrição se estiver de mau humor.

Como os pensamentos negativos mudam sua digestão.

Semelhante ao exercício, um estado mental deficiente pode dificultar fisicamente o funcionamento do sistema digestivo. Pense nisso: quando você tem medo ou preguiça de uma corrida matinal ou uma sessão de HIIT, a prática de atividade física pode parecer mais difícil. O mesmo vale para comer. Acontece no nível celular: por exemplo, o pâncreas é responsável pela produção de enzimas digestivas e hormônios (como a insulina), além de auxiliar na absorção de nutrientes. O pâncreas secreta cerca de 20 neuropeptídeos diferentes (ou os principais mediadores entre os neurônios em nosso cérebro e as funções GI em nosso corpo)

Então, quando você está em um estado negativo (estressado, ansioso e assim por diante), o canal de comunicação fica comprometido e, portanto, seu corpo pode não absorver nutrientes de forma tão ideal e, você pode perder até 80% do valor nutricional – mesmo se você estiver comendo os vegetais mais ricos em antioxidantes. Se você está comendo alimentos orgânicos, sustentáveis, da fazenda para a mesa, integrais, mas está comendo com sentimentos de ansiedade, depressão, você afeta todas as partes do seu sistema digestivo.

Então, para onde vamos a partir daqui?

Verifique seus pensamentos e emoções antes de se sentar para dar a primeira mordida. Você está se sentindo ansioso? Assustado? Chateado?

Acalme-se emocionalmente antes de começar a comer, pratique mindful eating.

O que é mindful eating?

A alimentação consciente ajuda você a sintonizar seus sinais de fome e saciedade e fornece um ambiente ideal para a digestão. Certifique-se de comer enquanto estiver sentado, de preferência sem distrações, como a TV ou o seu celular, e realmente se concentrar em cada mordida. Além disso, fazer de três a cinco respirações profundas antes de cada refeição, ajuda a incitar seu sistema nervoso parassimpático (seu descanso e digestão), que diz ao seu corpo que você está seguro e pode dedicar todos os recursos necessários à magnífica tarefa da digestão.

Escrito por Daniela Cyrulin

VEJA TAMBÉM:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.