Estudos mostram que uma dieta cetogênica ajuda não apenas na perda de peso e a ter mais energia, mas também tem outros importantes benefícios à saúde, como reduções nos marcadores de diabetes, dor crônica e muito mais. A dieta cetogênica decolou em popularidade, e há algumas evidências científicas que mostram que ela pode ser benéfica no tratamento e prevenção de uma série de doenças.

O que é a dieta cetogênica?

Uma dieta cetogênica é a eliminação ou redução extrema de carboidratos. A gordura da dieta representa cerca de 70 a 75% do total de calorias diárias da dieta. O restante é dividido em cerca de 20% de proteínas e 5% de carboidratos. Em circunstâncias normais, o corpo usa a glicose como sua forma preferida de energia. A glicose pode ser usada para alimentar o corpo ou ser armazenada no fígado e nos músculos como glicogênio. Se não houver glicose suficiente disponível para atender às demandas de energia, como ao fazer uma dieta cetogênica, o corpo passará a gorduras armazenadas e as quebrará.

O que são cetoses e como eles funcionam?

Quando seu corpo é forçado a queimar gordura para obter energia em vez de glicose, o fígado converte gordura em ácidos graxos. A cetose simplesmente descreve o estado metabólico em que o corpo converte as reservas de gordura em energia.

Benefícios da dieta cetogênica:

A dieta cetogênica foi estudada no passado e atualmente para uso em uma variedade de distúrbios neurológicos, incluindo epilepsia, doença de Parkinson, doença de Alzheimer, enxaquecas, narcolepsia e depressão, e mostrou resultados promissores. Além disso, o uso clínico da dieta cetogênica foi testado em vários outros distúrbios, incluindo diabetes, problemas de açúcar no sangue, obesidade, doença hepática gordurosa não alcoólica, distúrbios metabólicos, trauma e câncer.

Como usar a dieta cetogênica para perda de peso?

Mais recentemente, as dietas cetogênicas mostraram-se promissoras para perda de peso e emergiram como uma tendência da dieta. O conceito geral é que os corpos cetônicos produzem mais energia adenosina trifosfato (ATP) do que a glicose (açúcar) ou ácidos graxos, reduzindo o casal mitocondrial nicotinamida adenina dinucleotídeo e oxidando o casal coenzima Q. Simplificando: o corpo é capaz de produzir combustível com mais eficiência, mesmo com uma perda calórica.

A dieta cetogênica promove a perda de peso por:

1. Suprimir o apetite.

Você se sente satisfeito por mais tempo devido a alterações nos seus hormônios de saciedade (fome), como leptina e grelina, e uma ação direta de inibição do apetite das cetonas.

2. Diminuir o armazenamento de gordura.

Durante a cetose, ocorre uma redução da lipogênese, um processo no qual o açúcar de carboidratos e alimentos processados ​​é convertido em gordura.

3. Aumentar a queima de gordura.

Quando em cetose, nosso corpo aumenta a quantidade de queima de gordura, mesmo durante o descanso. Particularmente excesso de gordura abdominal, que é inflamatória e aumenta o risco de síndrome metabólica.

No programa Mude Comigo, que tem duração de 4 semanas, usamos o protocolo da dieta cetogênica na 3a semana. Eu gosto da cetogênica funcional, me preocupo com a saúde em geral, não só no emagrecimento naquele momento. Não uso excesso de queijo pois é inflamatório, nem gorduras como bacon. Uso bastante abacate, nuts, azeite, proteínas magras e anti-inflamatórias, frutas de baixo índice glicêmico e vegetais.

Escrito por Dra. Daniela Cyrulin

VEJA TAMBÉM:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.