A deficiência de vitamina D durante a gestação

pode impactar a saúde mental.

Aproximadamente 300 milhões de pessoas sofrem de alguma forma de depressão no mundo. Ela é caracterizada por sentimentos de tristeza, ansiedade, irritabilidade, mudanças no apetite e algumas vezes pensamentos suicida.

Enquanto a depressão pode ocorrer em qualquer momento da vida, durante a gestação é particularmente comum. Esta forma de depressão acontece em 14 a 23% das mulheres grávidas. Por conta de todas as mudanças hormonais e corporais que acontecem na gravidez, as mulheres ficam mais susceptíveis a quadros depressivos nessa fase. Infelizmente esses quadros também podem levar a depressão pós parto, baixo peso ao nascer e partos prematuros.

A vitamina D tem sido bastante estudada em relação a depressão. Recentes estudos mostram que a vitamina D auxilia no tratamento de sintomas depressivos. Um estudo mostrou que um aumento nos níveis de vitamina D durante a gestação reduziu os quadros depressivos pós parto. Assim sendo os pesquisadores foram estudar a relação dos níveis de vitamina D com quadros depressivos durante o primeiro, segundo e terceiro trimestre da gestação.

Os pesquisadores selecionaram 179, 156 e 128 mulheres do Rio de Janeiro, durante o primeiro, segundo e terceiro trimestre respectivamente. Dessas mulheres 20,1% (primeiro trimestre), 14,7% (segundo trimestre) e 7,8% (terceiro trimestre) apresentaram quadros depressivos. De todas as mulheres 69,3% tinham níveis de vitamina D abaixo de 30ng/ml, 14% abaixo de 20ng/ml e 1,7% abaixo de 12ng/ml. A cada 0,4ng/ml de vitamina D aumentado no início da gestação foi associado com 2% a menos de sintomas depressivos.

Os pesquisadores concluíram que:

-Mulheres com altas concentrações de vitamina D no começo da gestação foram associadas com baixos números de sintomas depressivos durante todo o período gestacional.

É importante se atentar que as mulheres participantes do estudo já tinham tido sintomas depressivos anteriormente. Sugerindo que por conta disso essas mulheres ficaram menos tempo no sol, colocando-as em maior risco de baixos níveis de vitamina D.

Por isso, peça ao seu médico e/ou Nutricionista para verificar o seu nível de vitamina D e caso necessário adeque sua alimentação e/ou suplementação para níveis mais altos e seguros desta vitamina.

Fonte: www.vitamindcouncil.org/higher-vitamin-d-status-during-early-pregnancy-may-reduce-depressive-symptoms-in-brazilian-women/

VEJA TAMBÉM:

O que você pode fazer para controlar o seu ovário policístico?

O que os alimentos alaranjados tem a ver com o seu sistema reprodutor?

banner-gestacao-saudavel-ebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.