A base da nossa saúde começa no intestino!

Ele é a nossa segunda pele. É uma única camada de células formada por uma rede de sistemas relacionados, que permitem a passagem de nutrientes em nosso corpo e mantém uma barreira contra substâncias e organismos nocivos.

A combinação complexa ou elaborada de alimentos pode levar a problemas digestivos, como dificuldade de absorver nutrientes, formação de gases, dor abdominal, inchaço, constipação e neblina mental. Existem muitas regras em relação à combinação de alimentos, mas a regra principal é evitar combinar frutas com carboidratos ricos em amidos. Essa combinação pode aumentar a fermentação, inchaço e os gases.

Frutas e grãos tem uma digestão semelhante, então eles, por sua vez, competem uns com os outros.

O grão sempre vai ganhar a competição e a fruta começa a fermentar enquanto aguarda sua vez de ser digerida. Exemplos de carboidratos incluem batatas, grãos, pão e alguns legumes.

Para aqueles com boa digestão, você pode desfrutar de frutas com nozes. Como as castanhas demoram para serem digeridas a fruta chegará a digerir primeiro e, portanto, não formará os gases.

Outra Regra de Combinação de Alimentos

Melão: Coma sozinho, ou deixe-o em paz. Devido ao seu rápido processo de fermentação, o melão irá aumentar o inchaço e produzir gases se comido com outros alimentos.

Então que horas comer frutas?

Uma boa regra a seguir é comer frutas pelo menos 30 minutos antes de uma refeição ou 1 hora depois.

E quanto às proteínas e amido?

Isso depende da sua digestão, açúcar no sangue e tipo metabólico. Muitas pessoas, digerem os carboidratos com suas proteínas muito bem (ou seja, bife e arroz) e realmente precisam dessa combinação para apoiar adequadamente a tireóide e as supra-renais, enquanto outras não.

Seu corpo vai informá-lo. Se, ao combinar amido com proteína, a comida cai como uma pedra no estômago ou você começa a  ter neblina cerebral, dificuldade de concentração ou cansa-se imediatamente depois de comer, seria interessante alternar suas refeições.

Por exemplo, uma refeição que tenha proteínas e vegetais duplos não amiláceos, enquanto a próxima terá carboidratos complexos com vegetais duplos. Manter esses macro nutrientes 2 a 3 horas separados uns dos outros deve fazer uma boa diferença nesses sintomas.

Ah, por favor, não misture proteínas animais porque eles requerem diferentes perfis enzimáticos e muitas vezes não digerem completamente quando combinados.

E se for tarde demais?

Quando você comer demais ou comer alimentos combinados incorretamente, resultando em desconforto intestinal, em vez de tomar remédio, experimente uma das seguintes opções:

O vinagre de maçã em água (1 colher de sopa em 1 copo de água) ajuda a neutralizar os ácidos e mudar o pH de volta ao normal enquanto também aumenta a produção de ácido clorídrico do próprio corpo;

Tomar enzimas digestivas (1-2 cápsulas 20 minutos antes de uma refeição ou 2 cápsulas após uma refeição que causou inchaço);

Chá de gengibre antes ou depois de uma refeição;

Adicione uma pitada de bicarbonato de sódio em 1 copo de água quente que também ajudará a neutralizar o ácido.

Escrito por Dra. Daniela Cyrulin

VEJA TAMBÉM:

Intestino permeável e as alergias sazonais!

O intestino e o cérebro estão fortemente linkados!

banner-programa-detox

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.