Ser saudável está associado à uma alimentação rica em produtos frescos, naturais e, de preferência, orgânicos e sem aditivos – eles realçam o sabor da comida, além de não possuírem gordura hidrogenada, excesso de sódio, corantes e outros tipos de ingredientes maléficos à saúde, contidos na comida industrializada em geral.

No entanto, ao tirar a proteína animal do cardápio, alguns vegetarianos pecam pelo excesso do consumo de carboidratos refinados como pães e massas, proteína texturizada de soja transgênica, diversos salgadinhos e outros “falsos amigos” à venda em lojas de produtos naturais, cheios de gordura trans e glutamato monossódico.

Vale lembrar que vegetariano é a pessoa que não come carne de qualquer espécie: bovina, suína, peixes, mariscos ou qualquer produto que contenha os embutidos, como gelatinas, caldo de carne, etc.
A dieta pode ser ainda dividida em três grupos principais: ovolactovegetarianos, que restringe as carnes, mas aceita ovos e laticínios; Lactovegetariana, que consome laticínios, mas excluí carnes e ovos e a Vegana, que permite apenas os produtos de origem vegetal.

Dentre os ovolactovegetarianos, que não comem carne, mas incluem ovos, leite e derivados na alimentação, muitos caem de boca nos queijos e vivem com problemas respiratórios. O leite, principalmente o de vaca, é de difícil digestão pelo nosso organismo. Em excesso, o produto pode ser mal digerido e causar diversas inflamações. Basta mudar o tempo que as alergias, asma, rinite, sinusite, bronquite e outras “ites” atacam…

É importante ficar atento ao que você ingere e adquirir o hábito de ler sempre os ingredientes dos alimentos para saber do que são feitos. Uma dica: alimento não precisa de bula como remédio, desconfie quando o nome dos ingredientes do alimento for de difícil compreensão. Quanto mais itens na lista de ingredientes, mais distante a comida está do natural. Na dúvida, a opção “in natura” das frutas, vegetais, raízes e grãos frescos será sempre a melhor pedida.

Dá para ser saudável sendo vegetariano, ovolactovegetariano ou carnívoro. O mais importante é a escolha pela qualidade e a quantidade dos alimentos.

Anota aí 2 receitas vegetarianas fáceis e deliciosas:

BERINJELA À PARMEGIANA

Ingredientes:

-1 berinjela

-molho shoyu

-fatias de tofu

-molho de tomate

Modo de preparo:

Corte 1 berinjela em fatias bem finas no sentido do comprimento.
Grelhe cada fatia numa frigideira antiaderente com um pouco de molho shoyu.
Coloque numa travessa de vidro, alternando com fatias de tofu e molho de tomate.
No final, cubra com molho.
Leve ao forno e sirva.

RISOTO DE QUINUA

Ingredientes:

-1/2 cebola roxa pequena cortada em cubinhos

-1 colher de sopa de manteiga Ghee ou azeite

-1 xicara de chá de vinho branco seco

-2 xícaras de chá de shitake picado e sem os talos

-1 xícara de chá de quinoa em grãos

-1 limão siciliano: raspas e suco

-1/2 xícara de água, aproximadamente

-Sal a gosto

Modo de preparo:

Doure a cebola na manteiga ghee, óleo ou azeite, adicione 1/2 xícara do cogumelo picado e, depois, o vinho branco. Então adicione a água e a quinoa. Quando ela estiver quase al dente, adicione o suco do limão e as raspas. Separadamente, refogue o restante do cogumelo (na manteiga, óleo ou azeite). E, por fim, misture no risoto.

Escrito por Dra. Daniela Cyrulin 

VEJA TAMBÉM:

Receita de brigadeiro saudável

Receita Low Carb e benefícios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.