A tolerância a carboidratos é uma área cinzenta. A quantidade de carboidratos que funciona para o metabolismo de uma pessoa nem sempre serve para o outro.

Vejo muita gente que limita a ingestão de carbo, trocam carboidratos refinados por grãos integrais, batata-doce e frutas frescas. Mesmo assim algumas dessas pessoas está com sobrepeso ou têm surtos de fadiga, dor de cabeça ou ânsia de vômito. Às vezes são pessoas que não carregam nenhum quilo extra, mas têm níveis preocupantemente altos de açúcar no sangue.

Por que isso acontece? É provavelmente uma combinação de fatores: uma predisposição genética combinada com um estilo de vida sedentário, estressante e privação de sono; décadas de alimentos processados ​​e medicamentos que alteraram o microbioma; ou mesmo o consumo em excesso de pães, banana e grãos aparentemente saudáveis, que se transformam em açúcar no sangue.

Tudo isso pode contribuir para que o açúcar no sangue não volte ao normal dentro de duas horas depois de comer como deveria ser. Em vez disso, eles permanecem elevados, indo além do que as células podem manipular, e isso desencadeia uma cadeia de efeitos que levam à resistência à insulina, o precursor da pressão alta, doenças cardíacas, diabetes, obesidade, possivelmente doença de Alzheimer e até mesmo alguns tipos de câncer.

Quando a intolerância a carboidratos está em jogo, seu corpo está lhe dizendo para tomar mais cuidado com a sua ingestão. Para seguir uma dieta baixa em carboidratos, descarte todos os açúcares e reduza drasticamente os carboidratos complexos, substituindo-os por uma abundância de vegetais. Além disso, leve o sono a sério, trabalhe no ajuste do seu intestino e aumente a quantidade de atividade física que você faz. A dieta baixa em carboidratos, juntamente com essas outras melhorias fundamentais, pode muitas vezes ajudar a restaurar a ordem onde antes havia um caos metabólico.

Quer saber se você é intolerante a carboidratos? Comece respondendo a essas perguntas.

-Você está com sobrepeso?

-Você se sente cansado a maior parte do tempo, especialmente depois de comer uma refeição pesada em carboidratos?

-Você leva uma vida sedentária?

-Você sente que seu apetite está fora de controle?

-Você freqüentemente almeja doces ou alimentos ricos em amido, como pão, macarrão, batata ou feijão?

-Você se sente tonto quando fica com fome?

-O seu nível de açúcar no sangue está acima do “normal” ou no nível superior?

-Você anda lutando com brain fog, ansiedade, depressão, problemas de pele, dor nas articulações, dores musculares, problemas hormonais e / ou problemas de sono?

Se respondeu sim a mais de 2 dessas perguntas, trate de procurar um nutricionista para cuidar de você!!!!

A seguir confira algumas receitas low carb para você experimentar no dia a dia.

SOPA DE COUVE FLOR COM CÚRCUMA

Ingredientes:

-300g de couve flor

-1 cebola picada em cubos

-2 colher de sopa de azeite

-1 colher de chá de cúrcuma

-Pimenta Branca a gosto

-Sal do Himalaia

Modo de Preparo:

Corte a couve flor e reserve. Em uma panela coloque água para ferver e quando começar adicione a couve flor já cortada. Deixe cozinhar por 20 minutos e reserve. Em outra panela doure a cebola no óleo de coco. Coloque no liquidificador a couve flor cozida junto com a água, adicione a cebola, cúrcuma, pimenta. Bata até ficar cremoso. Acerte o sal e sirva.

PICADINHO DE FRANGO COM ESPECIARIAS

Ingredientes:

-500 g de peito de frango cortado em cubos

-1 colher de sopa de azeite

-3 dentes de alho picados

-1 pimenta vermelha sem sementes

-100 g de shitake hidratado

-100 g de vagem

-1 colher de chá de manjericão picado

-150 ml de caldo de galinha caseiro

-1 pitada de pimenta-do-reino (opcional)

Modo de preparo:

Separe e pique os ingredientes conforme pedido na receita. Numa tigela, coloque o shitake e cubra com água morna para hidratar. Deixe por meia hora e depois corte cada cogumelo em tiras não muito finas. Corte a vagem em tiras. Coloque o óleo numa panela grande e leve ao fogo alto para esquentar. Coloque o alho e refogue rapidamente, sem deixá-lo queimar. Junte o frango e deixe dourar de ambos os lados. Não fique mexendo para que o frango não solte água nem resseque. Acrescente os cogumelos, a vagem e a pimenta. Misture bem, se estiver muito seco, acrescente o caldo. Cozinhe por 3 minutos em fogo alto. Junte a pimenta-do-reino. Cozinhe por mais 3 minutos. Acrescente o manjericão picado e cozinhe por mais 2 minutos, sem parar de mexer. Retire o frango do fogo e sirva a seguir.

PURÊ DE BATATA DOCE

Ingredientes:

-4 batatas doce

-1 colher de sopa de cebola ralada

-1/2 dente de alho amassado

-1 pitada de sal marinho

-1 colher de chá de óleo de coco

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas com casca até amolecer. Retire a casca. Amasse bem com o fundo de um copo. Reserve. Em uma panela, aqueça o óleo de coco e refogue a cebola e o alho. Misture no purê de batata e acerte o sal.

Escrito por Dra.Daniela Cyrulin

VEJA TAMBÉM:

Receita Low Carb e benefícios

Você sabe o que são as proteínas

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.