O conceito de desintoxicação não é novo. Se você mergulhar no mundo do bem-estar, você rapidamente se conscientizará das centenas de maneiras diferentes de limpar seu organismo.

Com o estilo de vida cada vez mais tóxico, a questão não é se você deve fazer uma desintoxicação; é sim quando. Por isso, comece a ouvir o seu corpo e, se tiver algum destes sinais, é hora de fazer um protocolo de desintoxicação.

1.     Você almeja açúcar com frequência. 

Desejos insaciáveis ​​são um grande sinal de que algo está errado. Uma dieta cheia de alimentos processados ​​pode colocar seu açúcar no sangue e hormônios leptina em uma montanha-russa, deixando você implorando cada vez mais por açúcar. Fazer uma desintoxicação e concentrar-se em fontes de alimentos integrais e saudáveis, recuperará esses hormônios, fornecendo a seu corpo os nutrientes que estão faltando.

2.     Você tem problemas digestivos. 

Este é um dos sinais mais óbvios de que você precisa de uma revisão completa da dieta, e uma desintoxicação pode fazer exatamente isso. Constipação, diarréia, inchaço e gases não são apenas desconfortáveis; são as últimas coisas que deveriam estar acontecendo se tudo estivesse funcionando como deveria. Aperte o botão de reset com uma desintoxicação e dê um tempo ao seu intestino!

3.     Alergias “sazonais” são uma ocorrência regular. 

Se você tem um microbioma intestinal fraco, também terá um sistema imunológico fraco. E uma vez que seu peito é apenas uma extensão do seu sistema digestivo, faz sentido que a saúde intestinal e as alergias crônicas andem de mãos dadas.

4.     Você come saudável, mas não se sente saudável. 

Manter uma dieta saudável não significa que você nunca precise desintoxicar; até por que as toxinas não estão só na alimentação e os alimentos mais saudáveis ​​podem agravar e incendiar uma pessoa. Eliminar certos alimentos por um período de tempo pode dar um intervalo ao intestino e ao resto do corpo. Desintoxicação também pode abastecer seu corpo com superalimentos poderosos que podem ajudar a eliminar toxinas prejudiciais que se acumulam com o tempo e contribuem para problemas de saúde.

5.     Sua pele não está boa. 

A toxina e o acúmulo de produtos químicos não nos favorecem quando se trata da saúde e da aparência da nossa pele. Uma sobrecarga de toxinas pode prejudicar a função do fígado (que é o principal órgão desintoxicante do organismo) e levar ao acúmulo. Como a sua pele também é responsável pela eliminação de resíduos através do suor, todos esses problemas podem chegar à superfície na forma de acne, erupções cutâneas e inflamação.

6.     Você está constantemente fadigado. 

Fadiga persistente pode ser um problema mais profundo, também conhecido como fadiga adrenal. Isso ocorre quando o cérebro e as glândulas supra-renais não estão se comunicando bem devido aos níveis elevados de cortisol que se devem ao acúmulo de toxinas, estresse, inflamação ou desequilíbrios no microbioma.

7.     Você tem névoa cerebral. 

Se você não tem a capacidade de se concentrar ou se esforçar para lembrar de vários detalhes regularmente, você está lidando com a névoa do cérebro. Quando seu corpo não consegue eliminar as toxinas com rapidez suficiente, elas se acumulam em seu corpo e aumentam a inflamação. Demasiada inflamação danifica sua barreira hematoencefálica protetora e leva à “síndrome do cérebro com vazamento”. Uma desintoxicação pode começar a liberar toxinas para aliviar o estresse oxidativo inflamatório no hipotálamo do cérebro, para que você possa finalmente começar a pensar com mais clareza, ter mais foco, concentração e boa memória.

8.     Você está sentindo dor nas articulações regularmente. 

Se você está constantemente dolorido, rígido e dolorido – especialmente se você não está se esforçando para fazer ginástica – é uma grande bandeira vermelha para a inflamação crônica.

9.     Você está constantemente estressado. 

O estresse é um enorme fator que contribui para todos os tipos de problemas de saúde e pode até mesmo desencadear condições autoimunes e maiores problemas de saúde mental, como depressão. Um trabalho simultâneo com alimentação, yoga e meditação, é fantástico para desintoxicação do corpo, da mente e da alma.

10.    A ideia de uma desintoxicação faz você querer chorar.

Se apenas o pensamento de ter que desistir do seu atual estilo de alimentação faz você querer chorar, você pode estar lidando com um apego emocional doentio à sua comida. Em vez de olhar a comida como combustível essencial para um corpo saudável, ela pode ser usada como recompensa ou punição. Fazer uma desintoxicação pode ser uma maneira de ver que seus hábitos alimentares têm raízes emocionais, e só então você pode começar a identificar sua relação com a comida e começar a dar passos adiante.

11.    Você está lutando com o seu peso.

Eu sempre digo aos meus pacientes: “Precisamos ficar saudáveis ​​para perder peso, não perder peso para ficar saudável”. Seu microbioma é uma vasta coleção de todas as diferentes cepas de bactérias e, sem o equilíbrio adequado de boas bactérias, as bactérias ruins começam a tomar conta, e isso leva a grandes problemas, como inflamação e um metabolismo lento. Faça um detox e comece a curar seu intestino.

12.    Seus hormônios estão fora de sintonia. 

Fadiga adrenal, baixo desejo sexual, distúrbios menstruais e resistência à perda de peso são todos grandes problemas hormonais. Cada um desses problemas hormonais pode ser rastreado até a inflamação crônica, que pode ser devido ao acúmulo de toxinas e outros alimentos inflamatórios em sua dieta.

13.      Você tem mau hálito e/ou mau cheiro. 

Você sabe aquela expressão “Você é o que você come”? Bem, neste caso, você exala o que você come. Seu corpo está sempre trabalhando para eliminar toxinas, e o odor corporal é apenas um sinal de que seu corpo está tentando se purificar. Mau cheiro e mau hálito são sinais de que as toxinas atingiram um nível insalubre. Então um bom protocolo de desintoxicação pode ajudar a resolver isso.

14.      Seus padrões de sono estão confusos. 

Os ritmos circadianos irregulares podem ser causados ​​por problemas hormonais subjacentes, como a resistência à leptina e a fadiga adrenal, que mencionei acima. Você conseguirá dormir suas oito horas completas imediatamente após começar a reduzir os níveis de inflamação e toxinas do seu organismo.

15.       Você está deprimido e ansioso.

Sentimentos persistentes de depressão e ansiedade geralmente decorrem da inflamação. O “cérebro gotejante” começa a causar estragos ao desencadear uma resposta inflamatória autoimune ao cérebro e o tecido nervoso. Quando você começa a diminuir a inflamação, você começa a sentir uma sensação de calma novamente.

Se você respondeu sim a mais de um dos problemas acima, é hora de fazer algo sobre isso!

Escrito por Dra. Daniela Cyrulin

VEJA TAMBÉM:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.